Pratos Típicos da Sicília

A Sicília é terra de mil tradições, que surgiram com a passagem de inúmeras civilizações.

Os Normandos, por exemplo, levaram o costume do “stockfish” (ainda hoje muito usado nos países escandinavos).

Os Árabes enriqueceram a cozinha siciliana com ingredientes como o açúcar, as especiarias, as amêndoas, os “pinoli”, a uva passa e a fruta cristalizada, e utiliza-se esses ingredientes em várias receitas, salgadas e doces. Ainda hoje, na Sicília, prepara-se o cuscuz de origem árabe.

Outro prato típico é a salada de laranjas, temperada com azeite e sal, que utiliza um ingrediente pouco comum para uma salada de fruta, a cebola.

Tomates e berinjelas são as verduras mais usadas.

O macarrão “alla Norma” foi criado no início do séc.XX, em Catania, em homenagem à Norma, famosa ópera de Bellini. É temperado com molho de tomate e berinjelas fritas.

Há também inúmeras preparações de “timbales” de massa ou arroz que são tradicionais.

Entre os pratos de peixe, a escolha é imensa: os peixes mais usados são o atum, o peixe-espada, as anchovas e as sardinhas.

As carnes são em geral pouco usadas, principalmente a de vitela.

Os doces tradicionais sicilianos utilizam principalmente as amêndoas e o mel, inspirando-se claramente nos sabores orientais. De fato, os doces mais famosos são a cassata, os cannolis de ricota e pasta de amêndoas.

Agora que você já sabe um pouco sobre a Sicília, vamos conhecer alguns dos produtos típicos dessa região italiana. Vamos lá?

O QUE COMER NA SICÍLIA – CONHEÇA OS PRATOS TÍPICOS

No machine-readable author provided. Gmelfi assumed (based on copyright claims)., Public domain, via Wikimedia Commons

ARANCINI

Os arancinis são deliciosas bolas de risoto recheadas com molho à bolonhesa, quando em sua versão mais tradicional. Em outras versões você irá o encontrar com cogumelos, queijo ou alguns outros ingredientes.

Aparentemente, elas se parecem com uma coxinha, mas não se engane, os arancinis podem ser muito mais gostosos.

PARMIGIANA DE PEIXE

Não é uma substituição da carne empanada pelo peixe. Na Itália, parmigiana não está ligada à carne empanada, mas sim a preparação feita com beringela, queijo e molho de tomate.

Acredita-se que o prato seja originário da região da Sicília, embora a Campânia tente reivindicar os royalties da criação.

Na saborosa versão feita com peixe, as fatias de beringelas são intercaladas com filés finos de peixe-espada. É um prato que dá água na boca só de imagina a suculência!

Pesto alla Trapanese
Foto: Flickr

PESTO ALLA TRAPANESE

Essa é uma variação do pesto tradicional de Genova. O prato preparado na Sicília leva amêndoas, manjericão, alho, queijo pecorino e tomates.

Para quem quer provar algo que fuja um pouco do tradicional, este prato é uma boa pedida.

Pasta alla Norma
Paoletta S., CC BY 2.0, via Wikimedia Commons

PASTA ALLA NORMA

A pasta alla Norma é um prato delicioso, típico de Catânia e é muito famoso no mundo todo. O prato foi criado como uma homenagem à ópera Norma de Vincenzo Bellini, um compositor lírico nascido em Catânia.

A massa é feita com beringelas, que são fritas em tirinhas, manjericão e molho de tomate.

É servida com ricota salata ralada e um queijo curado delicioso.

PASTA ALLA CATANESE

É um prato muito gostoso, embora seja considerado um prato simples e menos badalado.

Ele é feito com anchovas em conserva, miolo de pão torrado e tomate. Costuma ser servido com spaghetti ou até mesmo com massas curtas.

Cannoli

CANNOLI

Um dos doces mais amados da Itália, o cannoli é feito de uma massa em formato de cone, com um maravilhoso recheio de ricota doce. Se você nunca tiver provado, só lendo um pouco sobre o cannoli, seu recheio não parece muito atrativo, mas ao provar, com certeza mudará de ideia. Você saberá que os lugares são bons quando você ver o cannolo (assim mesmo no singular) sem recheio. Isso porque eles só devem ser recheados no momento de servir.

PEIXE SPATOLA FRITO COM TOMATE E CEBOLA DE TROPEA

O Spatola é um peixe de sabor muito interessante e muito carnudo. Geralmente o peixe é cortado em cubos, são embebedados no azeite extravirgem e combinados com tomate e a maravilhosa cebola existente, a de Tropea.

Caponata
Massimoweb, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

CAPONATA

A versão da Caponata siciliana leva pimentões e beringelas, ambos fritos, cebola, salsão, polpa de tomate, alcaparras, uva passa, azeitonas e vários outros ingredientes que são usualmente utilizados na culinária italiana. Tudo com tempo de cozimento específico, todos feitos separadamente e reunidos ao final.

PEIXE ESPADA DEFUMADO COM PANNA AGRIA

São pequenos pedaços de peixe recheados com um tipo de creme que contrasta com o defumado forte do peixe. É realmente um prato muito saboroso! Vale a pena experimentar.

Panelle
Dedda71, CC BY 3.0, via Wikimedia Commons

PANELLE

Alguma vez na vida você já provou ou pensou em provar uma massa frita de grão de bico? Esse é o penelle!!

É um prato típico de Palermo, a capital da Sicília, e é facilmente encontrado pelas ruas da cidade. O panelle também pode ser encontrado na versão de sanduíche, com vários recheios gostosos.

Digamos que ele seja uma ótima pedida para as pessoas que evitam o consumo do glúten.

Pani Ca Meuse
Popo le Chien, CC0, via Wikimedia Commons

PANI CA MEUSA

Outro sanduíche, conhecido como “street food” as comidas de rua italiana. Seu recheio é feito com pulmão de bezerro, algumas vezes com a traqueia. É um prato diferente, porém, deve ser provado.

Amaretti
I, Greg O’Beirne, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

AMARETTI

Para os amantes de um bom doce, os amarettis, doces tradicionais da Sicília. Sua origem é do século 12 e até os dias atuais é um doce muito amado na Itália.

O delicioso biscoito feito a partir da pasta de amêndoas, com leve toque de açúcar.

Seu nome “amaretto”, quer dizer “amarguinho”.

MILASSATA

Grande fritada aromatizada com alho, salsinha, fundos de alcachofra e aspargos selvagens. Olive Farcite Azeitonas, geralmente verdes, recheadas com alcaparras e anchovas e conservadas em azeite. É realmente uma delícia!

franzconde from Amsterdam, The Netherlands, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons

SARDE A BECCAFICO

Sardinhas limpas e sem cabeça, dispostas abertas em uma forma untada de azeite e cobertas com farinha de rosca, anchovas, pinoli, canela e uva passa. Temperadas com suco de laranja e limão, são levadas ao forno

CUSCUSO

Prato evidentemente de origem árabe. Segue o mesmo procedimento do Couscous do Norte da África, mas o caldo é geralmente à base de peixes e o acompanhamento consiste em berinjelas fritas, frango ou um ensopado de cordeiro.

Muffuletta
jc.winkler, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons

MUFFULETTA

São sanduíches feitos com pão de gergelim e recheado com queijos e azeitonas.  Algumas versões podem levar presunto, o que deixa tudo ainda mais delicioso.

Esse sanduíche pode ser encontrado como comida de rua, mas é uma excelente opção para se fazer em casa e levar para os passeios como um lanchinho.

Beccellato
Dedda71, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

BUCCELLATO

É um doce muito gostoso! Apresenta uma massa com crosta fininha e é decorado de várias maneiras. Quanto ao recheio, o buccellato pode ser recheado com figos secos, amêndoas, passas, casca de laranja e outros ingredientes, que costumam varias conforma a localidade onde é preparado.

CANNELLONI

A massa deste prato é feita com farinha de trigo e sêmola de grano.

Ela é enrolada e recheada com carne de vaca, noz-moscada, pimenta moída e queijo, podendo ser o caciocavallo ou pecorino. Apesar de parecer um prato simples, seu sabor pode ser surpreendente!

SALADA DE LARANJAS

Este é um dos pratos mais tradicionais do inverno na Sicília. A laranja reina nas mesas sicilianas neste período. Foi graças à grande quantidade de laranjas em abundância na região que este prato nasceu.

Suas raízes são muito antigas, provavelmente dos tempos da colonização árabe da Sicília.

A parte mais difícil é imaginas uma salada de frutas onde há cebola, funcho e azeitonas como ingredientes na composição do prato. Mas é assim que ele é servido em sua versão mais clássica, regada com muito azeite extra-virgem de oliva e suco de limão.

Macco di Fave
Drunkpiper, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

CREME DE FAVAS – MACCO DI FAVE

O Macco di Fave é um prato tão conhecido, que ao que tudo indica, o dramaturgo grego Aristófanes, teria citado o prato em sua comédia “As Rãs” (ano 405 a.C). Um prato a base de fava amassada que fornecia força ao herói Héracles.

Também é um ótimo prato para se consumir no inverno, uma sopa saborosa para aquecer as noites frias.

O nome “macco” deriva do latim maccare, que significa amassar. Isso por que as favas após cozidas, ficam bem moles e são amassadas até virarem um purê.

Quanto ao tempero, o creme é temperado à gosto, mas geralmente utiliza-se apenas azeite extra-virgem de oliva e pimenta do reino.

MACARRÃO COM COUVE-FLOR – PASTA CHI VRUOCOLI ARRIMINATI

Há diversas histórias de que esse prato já conseguiu fazer pessoas que não gostam de couve-flor e brócolis, em apaixonados por essa iguaria tipicamente siciliana.

Esse prato vem de uma receita que é passada de geração em geração.

Uma curiosidade legal é que, no dialeto siciliano, tanto couve-flor, quanto os brócolis, se chamam “vruocoli”.

O macarrão com couve-flor é saboreado por toda a região da Sicília, sendo mais popular em Palermo.

Para dar um toque adocicado ao prato, alguns locais o serve com uvas-passas ou pinoli.

Agora que você já conhece alguns dos pratos típicos da Sicília a única tarefa difícil será escolher qual deles experimentar primeiro! E aí, vai começar por qual?

Temos serviço de guia em português na região, além de tours gastronômicos para conhecer e degustar a região.

Sobre Deyse RibeiroEu sou Deyse Ribeiro, proprietária e editora do Portal Tour na Itália, especialista em turismo na Itália, onde vivo desde 2007. Depois de muito estudo, cursos e experiência no campo do turismo enogastronômico, decidi que queria apresentar a história por trás do prato, de uma forma diferente, através da memória histórica, o que fez chegar hoje nas nossas mesas, os “casos”, o trabalho, a cultura, e o amor pela culinária italiana. Pegue o seu garfo e vamos nessa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.